Sunday, July 31, 2011

Vivó Sporting !

A nação valente sportinguista está empolgada e unida.

Os novos lemas incentivam e puxam pelos adeptos.

O Sporting está aí de novo, todos dizem e pensam.

Há muito que não se via um Sporting assim, tão forte como este.

O novo empréstimo foi um sucesso, apesar das letras pequeninas que alertavam para o art. 35º do Código das Sociedades Comerciais.

O novo Presidente, o novo Treinador e os muitos jogadores novos acalentam as renovadas esperanças numa época empolgante.

Toda a gente diz que o Sporting está a jogar "muito bem". Toda a gente mesmo.

O novo treinador é um fora de série.

Um dos melhores do Mundo.

Ontem realizou-se o jogo de apresentação.

O estádio estava à pinha. O sportinguismo no seu máximo esplendor.

Para ajudar ao circo, o circo emprestou um leão verdadeiro (só mentes muito maldosas podem pensar que esta coisa do leão é uma imitação do voo da águia).

O público vibrava e muito.

O novo treinador foi muito aplaudido, assim como os novos jogadores e os novos equipamentos.

A festa estava montada.

Os sócios exultavam.

O antigo Sporting (o perdedor) estava definitivamente enterrado.

Abria-se uma nova vida para o Sporting, um Sporting ganhador.

Vencer vencer vencer.

Verde verde verde.

O resto foi o que se sabe.

Que se lixe o meu Benfica.

Eu gosto mesmo é do Sporting.

Nada me diverte tanto como o Sporting e os sportinguistas.

Há muito tempo que não me ria tanto.

Eu até teria uma sugestão para o tal leão, mas não cabe lá no buraquinho.

Saturday, July 30, 2011

Lili Caneças e Enrique Iglésias: almas gémeas?

Saudações às meninas e ao resto da cambada que por aqui passe.

Estava eu, Agostinho, - Tinocas para os mais íntimos - a sair da Loja do Cidadão quando sou atropelado por uma cigana que me tenta vender uma mala da "putchi", que significa Gucci traduzindo de ciganês para português. Iam dois pombos embalados para bater a asa quando recebo uma sms, olaré... Seria a minha Goreti avisando que a açorda estava pronta? Ou a minha Chantal a fazer uma proposta indecente para uma ramboia apimentada querendo testar os amortecedores do táquesse? Afinal era um alerta da Blitz informando que o Enrique Iglésias confirmava pela milésima vez que sofre de nanismo peniano.

Após pensar: "Que alerta tão paneleiro, ó soice...", fez-se luz! Enrique Iglésias e Lili Caneças são almas gémeas! Ora vejamos...

Lili Caneças é conhecida porque gosta de ser conhecida e por uma marcada ausência de bom-senso. Ah... É também conhecida por ter feito a bainha às peles que tinha pinduradas no pescoço.
Enrique Iglésias, por seu lado, é conhecido por ser filho de quem é, ter uma namorada boazona e encher a boca para gritar aos quatro ventos que tem a pila pequena.

Ou seja, tanto ela como ele são dois tontos que gramam debitar disparates, mas eles têm mais em comum e é isso que os torna almas gémeas... Já diz o povo, e com sapiência, que se Deus tira de um lado bota do outro. Então, se no pescoço de Lili sobrava pele no pescoço do Iglésias a pele está em falta - daí ele dizer que tem um pénes anão.

Segundo Lavoisier: "Nada se perde, tudo se transforma", logo, posso afirmar com total confiança que se há (sim, caso isso seja verdade) pénes anões a culpa é das gajas porque teimam em ficar flácidas propositadamente só para arreliar um gajo!

Almas gémeas não são uma utopia romântica, são tão somente a aplicação da Proporção Divina aos relacionamentos humanos. Lili e Enrique são a prova viva da Proporção Divina (phi): como casal são o todo, Lili é a maior e Enrique é a mais pequena das partes, sempre numa razão perfeitamente equilibrada do todo para o maior e do maior para o mais pequeno. A Proporção Divina liga-os de tal forma que é possível ver o maior no mais pequeno e mais pequeno no maior (quer nas peles quer na massa cinzenta).

De quem é a culpa do nanismo peniano? Das gajas de espírito vil.

Sem mais assunto de momento fazendo votos de um óptimo fim-de-semana a todo o auditório,

Agostinho, o Charmoso

Tuesday, July 26, 2011

E agora algo completamente diferente



Pacific Pirates, by Billabong, Fiji Islands.
Relax and enjoy.

Sunday, July 24, 2011

Grande SIC NOTÍCIAS !!!!!!!!

O traje de praia masculino

Gloriosos dias às meninas e aos mirones no presente auditório.

Um gajo vai à praia para quê? Ver mamas e rabos femininos, pró bronze, pra passear a mala térmica onde vai uma marmita com feijoada à transmontana para matar o bicho, passear o garrafão de tinto ali de Pias e dar uso às raquetes de praia.

Agostinho, moi, vai lá para fazer isto tudo e para exibir a sua micro sunga azul bebé.
Porquê a micro-sunga e não o calção?

Gajo que é gajo grama do sol e em gramando do sol, gosta de bronzear grande parte do seu corpo! As partes íntimas devem ser preservadas por vários motivos: apanhar um escaldão nas partes íntimas é doloroso um tipo não consegue andar nem sentar-se e pior, fica impossibilitado de dar assistência ao nível da troca de fluídos à sua mais que tudo (ainda que existam outras alternativas). É o verdadeiro "Sexo Escaldado". Convém manter as partes baixas a salvo do sol porque é um sinal de respeito. Nós homens falamos com o nosso pénes, recordamos momentos fabulosos e rimos das desgraças que vivemos. O homem só jura fidelidade ao seu pénes jurando escolher sempre o que é melhor para nós os dois, e macho que se preze usa uma micro-sunga.

Eu uso uma azul-bebé, já vós tinha dito? A micro-sunga permite a quem tem tatuagens, como eu "Angola, eu fui!", exibir as mesmas; mostrar a bela da perna (sim que eu exercito o meu pernão no acelerador do meu "táquesse"); realçar as partes baixas e o rabo. Sim! Que eu muitas vezes pelo retrovisor do meu possante noto no olhar maroto das meninas a dúvida constante "Será o rabo de Agostinho tão perfeito como o seu sorriso?". O calção não permite um beijo solar mais extenso, um realçar de partes íntimas, somente que o homem se sinta um sino e cada vez que se mexe o badalo... Badala. Não é elegante, não é moderno.

Apenas e só a micro-sunga é uma peça de praia verdadeiramente máscula (não o tornando num objecto) e que só prova que homem confiante não esconde nada nem encolhe a pança. Até porque a pança é óptima para pousar o prato da feijoada e o copo de tinto.

Sem vergonhas ou complexo daqui lanço uma sugestão a todas as meninas do mundo: vamos ser todos apoiantes da lei da paridade, se nós homens só usamos a cueca de banho façam vocês o mesmo! Esqueçam o soutien! Menos roupa em vós é mais alegria para nós, olaré!

Um santo domingo a todos e obrigado por existirem,

Agostinho, o Charmoso

Saturday, July 23, 2011

As mulheres

Ora viva às meninas e aos mirones aqui presentes.

As mulheres são fascinantes que não restem dúvidas! As diferenças entre homens e mulheres são porventura a fonte deste fascínio.

Ao volante do meu "táquesse" sempre atento a todas as meninas e senhoras que me dão a honra e gosto de usar o meu possante, fui anotando aquilo a que chamo de: conduta feminina generalizada.

- As mulheres possuem um cérebro com aptidão linguística superior ao dos homens. Elas podiam fazer sobressair esta notável característica com uma escrita fluente, interessantes livros, artigos mas não... Como é que elas demonstram esse qualidade? Complicando! Não o neguem! As mulheres usam mais palavras que os homens. Por exemplo: para dizerem "Hoje comprei um par de sapatos", elas começam por contar o que comeram ao pequeno-almoço para explicar como chegaram à sapataria. Ou seja, as virtudes da sua superior aptidão linguística são abafadas pelo enfadonho uso que dão a essa mesma aptidão.

- Todos sabemos que as mulheres adoram receber elogios, é como um elixir de beleza para elas. Contudo, elogiar os outros parece ser algo muito difícil para as pequenas... Sobretudo elogiar outras mulheres. É mais fácil o Cavaco Silva aprender a dizer Euro que uma mulher fazer um elogio sincero a outra. Meus amigos uma mulher nunca elogia outra! E se elogia é porque entende que a outra goza de menos beleza e/ou inteligência que ela. Agora se ela disser "Ah aquela fulana é uma cabra!" podem apostar que a outra mulher é um mulherão e que faz a sentir-se ameaçada...

- É do conhecimento geral que elas adoram cortar na casaca de alguém, nós homens também criticamos os outros, porém (é preciso assumir) somos muito menos sofisticados. Duvidam? Notem bem: uma mulher pode dizer que a cor das unhas da vizinha era péssima, mas que nas suas unhas aquele tom fica um must porque a cor da sua pele é muito mais belo! Isto é sofisticação meu caros! Elas criticam a sua semelhante e ainda conseguem fazer um elogio a elas mesmas. Nós somos mais básicos, só criticamos.

- Reza a lenda que os homens são territoriais, mas a mulheres também o são só que de uma forma subliminar para nós homens. Estão a ver quando a nossa namorada ou esposa nos oferece uma camisa ou gravata feias que Deus nos livre? Ou quando insistem para mudarmos a armação dos óculos para uma que não lembra ao D. Afonso Henriques? Isso é uma mensagem que a nossa mulher envia às outras que se cruzam connosco: "Este tem dona! Afasta-te!". Nunca acharam estranho elas dotadas de tão bom-gosto oferecerem-nos roupa que mais parece ter sido feita num dia em que a lâmpada da costureira se fundiu? Elas estão a marcar o seu homem! Mas claro... Fazem-no com um engenho e sofisticação notáveis!

É por estas e tantas outras que as mulheres são seres fascinantes. Mas são também incoerentes pois dizem que os homens são todos iguais e mesmo assim continuam em busca da quimera plantada na infância; e são igualmente inocentes... Crentes de que os homens não as entendem vivem na sua permanente insegurança sem nunca notar que o verdadeiro cavalheiro é aquele que tendo consciência dos defeitos dela os considera encantadores.

De regresso ao meu possante numa praça de táquesses perto de si,

Agostinho, o Charmoso

Friday, July 22, 2011

Assim como quem não quer a coisa.

Reciclagem

Perto de minha casa existem contentores para todos os tipos de reciclagem: plásticos, vidros, papel, pilhas, óleos, etc.

Eu sou um tipo muito obediente e, com muita pachorra, divido tudo e deposito tudo no contentor certo.

Muitas vezes pergunto-me: o que é que eu ganho com isto ?

Por exemplo: o vidrão fica cheio graças a papalvos como eu, vem um camião de uma empresa privada, saca tudo, leva, recicla e lucra. O QUE É QUE EU GANHO COM O VIDRÃO ?

Vem isto também a propósito de uma campanha da "Sociedade Ponto Verde": "por cada tonelada de vidro enviada para reciclagem em 2011, a SPV garante entregar um euro para a criação de salas de estudo".

Eu repito: por cada tonelada (MIL QUILOS de vidro que lhes dão e que revendem) entregam um-euro-um.

Então, aqui a questão já é outra: e se metessem o euro no cú ?

Chegada dos jogadores do Benfica para o jogo de apresentação da época 2011/2012

Thursday, July 21, 2011

Não sei do que me hei-de rir mais...se da performance ou dos comentários...



  • Blanca & Lola

    Las Seventies

  • Português: Adoro esta música cantada pelas Seventies! Alguém poderia me sugerir mais artistas que façam este estilo "flamenco suave" para dançar?

    English: I love this song version of Las Seventies! Somebody could tell me more songs that fit in this "slown flamenco" style?

  • @fabiobpalma Try flamenco fussion and thanks for your kind comment.

    Blanca & Lola

Entrou-me qualquer coisa para o olho...

Bons dias às meninas e aos mirones.

Um homem chega àquele momento em que é "cuagido", sim "cuagido", a ser tocado. Dê por onde der um tipo responsável não foge com o rabo ao toque rectal! E vai nisto, pensei de mim mesmo para eu próprio...

Mim Mesmo – Oh Agostinho e vais a um médico ou a uma médica?
Eu próprio – Se calhar vou a uma médica, um médico é uma cena um beca gay...
Mim Mesmo – Bota gay! Livra!

E lá marquei o exame à minha prósca com uma médica na esperança de que se não fosse gira ao menos que tivesse as unhas cortadas e limpas.

Agarro em mim mesmo, pelos bolsos das calças, e na hora marcada lá estava para ser tocado. Meti conversa com o tipo que estava ao meu lado...

Agostinho – Então? Massagem na prósca, hein?
Tipo ao meu lado – pálido – Não, não! Vim cá por causa da minha esposa!
Agostinho – Sei...

Finalmente entrei no consultório, suspirei de alivio a médica tinha um ar asseado. Sem dúvida uma mulher cativante! Com um minuto de conversa deixa-me de calças em baixo e de rabo à mostra.

Médica – Senhor Agostinho prefere com o dedo ou com o dispositivo médico?
Agostinho – Tem as mãos frias?
Médica – Não...
Agostinho – Então era com o dedo por obséquio. Já agora, desculpe lá, podia baixar as luzes e colocar música ambiente?
Médica – para a secretária - Ó Adelina baixa as luzes do consultório e mete música ambiente. Temos aqui uma próstata com sentimentos!

E foi assim que me entrou qualquer coisa para o olho...

Não gostei, doeu. Ao menos fiquei ciente de que a minha prósca está saudável e para durar. Retirei uma importante conclusão: sexo anal é mau... para os homens! Sim, porque as mulheres não têm prósca, logo, não possuem argumentos para dizer que dói e mais não sei o quê! Tivessem vocês prósca e logo viam o que eram dores, suas queixinhas!

De regresso ao meu possante, numa praça de táquesses perto de si, e sem mais assunto de momento com os melhores cumprimentos,

Agostinho, o Charmoso

Wednesday, July 20, 2011

Tenho que admitir que ainda hoje a uso ...

Strauss-Kahn


Este gajo é o maior.
Disse à mulher que era impossível ter papado a empregada do Hotel, porque nessa tarde tinha papado 3 gajas e estava de rastos.
Entretanto a mãe da jornalista francesa que o acusa de sexo forçado, diz que também foi papada, mas de mútuo acordo, vá haja uma vez que o gajo não tem que obrigar alguém a levar com ele, e que foi pegada com a vulgaridade de um soldado. E o Strauss-Kahn encerra o assunto da seguinte maneira, "Não sei o que aconteceu comigo. Dormi com a mãe... e fiquei louco quando vi a filha". Foda-se. Eu conheço um que foi ao contrário, mas isso agora não interessa para nada.

Invenção recente

Monday, July 18, 2011

Lésbicas: toda a verdade aqui revelada

Santas tardes a todo o auditório.

Se me dão licença aqui o je tem uma nova verdade acerca das lésbicas.

Antes de mais gostaria de dizer que são pessoas de extremo bom gosto pois apreciam a melhor maravilha do mundo: as mulheres.

Mas... As moçoilas são algo incoerentes. Digo eu. Ora elas não gostam de homens, eu percebo-as, no entanto elas na horizontal quando estão lá entretidas uma com a outra a estudar a direito usam: vibradores e os strap on.
Vejamos: qualquer um dos dois objectos não é mais que uma imitação reles do pénes. O homem substituído pela máquina e ainda por cima em mau. Pela simbologia, elas podem lá estar as duas no marmelanço, mas o homem continua lá sempre que usam objectos, que almejam, representar uma parte insubstituível do homem!

Ora entramos no paradoxo. Não gostam de homens, porém têm-nos lá representados no acto sexual.

Perante tal cenário a verdade é simples: as lésbicas não existem. Quando muito existem mulheres tecnologicamente heterossexuais apoiante de sexo a três, ainda assim heterossexuais.

Sem mais assunto de momento e com os melhores cumprimentos a todo o auditório,

Agostinho, o Charmoso

Ainda o tsunami

Sunday, July 17, 2011

O impacto do buço na vida das mulheres

Boa noite às meninas e aos mirones.

Durante o longo retiro espiritual, no porta-bagagens do meu possante,reflecti sobre vários temas dificieis, mas, porém, contudo, não obstante e todavia eles têm de ser encarados de frente.

Não neguem a existência do bigode feminino, vulgo buço, não voltem a cara nem pensem para vocês próprios: “Eu não vi aquilo, eu não vi aquilo”, enquanto expressam pânico e horror.

Analisei a problemática em várias frentes, literalmente, e como a amostra era significativa decidi elaborar um estudo acerca deste tema.

“O impacto do buço na vida das mulheres”, é o nome do meu estudo

Inquiri cinquenta mulheres seleccionadas aleatoriamente com as quais formei dois grupos distintos. O Grupo A constituido por vinte e sete mulheres portadoras de buço envergonhadas pelo dito e/ou que o disfarçam, e, Grupo B formado por vinte e três mulheres portadoras de buço sem complexos pelo mesmo.

Com perguntas objectivas e conceitos chave operacionalizados parti em busca da fonte do conhecimento no habitat natural das participantes: lojas em saldos.

Grupo A: formado por mulheres timidas, receosas, com fraco poder de decisão e um total desnorte no respeitante à sua vocação profissional e rumo de vida.
Grupo B: constituido por mulheres confiantes, determinadas, espirituosas e conscientes da sua vocação profissional.

Conclusão: O buço é tão somente um sinal divino que as mulheres teimam em ignorar. Trata-se de um subtil esfregão palha-de-aço que Deus colocou acima do lábio superior para as orientar quanto à sua verdadeira vocação profissional: limpar a casa. Esta conclusão está longe de ser machista! É na verdade alicerçado num estudo sério com o qual observei que todos os elementos do Grupo B eram empregadas domésticas e/ou donas de casa. Por outro lado, no Grupo A deparei-me com mulheres estudantes mas reticentes quanto à sua escolha académica e outras que têm saltado de área profissional em área profissional sem nunca provarem o sabor da realização. As participantes do Grupo A padecem de uma grave bulimia psicológica, uma vez que diariamente regurgitam para o mundo uma persona confabulada pelas próprias e na qual empenham um enorme esforço para tornar, não só, real e credivel persistindo numa contínua asfixia da sua verdadeira personalidade.

Findo este estudo, volto ao meu táquesse que o asfalto chama por mim.

Sempre ao vosso dispor,
Agostinho.

Os verdadeiros artistas

No segundo dia do Optimus Alive foram cancelados três concertos e alguns outros foram "atamancados", encurtados e realizados completamente fora do horário. A organização, na pessoa de um estiloso sujeito chamado Álvaro Covões, pediu muita desculpa aos milhares de otários que pagaram para ver gato por lebre. Foi uma questão de segurança, segurança, segurança, diz ele, portanto, digo eu, o homem está convencido que as pessoas ainda têm que lhe agradecer por ele velar pela sua segurança. O pintas é fixe.

Mas ... devolver o dinheirinho por não terem visto as bandas que pagaram para ver ? tá quieto, isso é que não … ficamos pelas "muitas desculpas".

Em terra de cegos quem tem um olho é rei.

No Super Bock Super Rock vi, antes de aquilo começar, um pintas de chapéu chamado Luís Montez, dizer que os problemas com o trânsito que se verificaram o ano passado este ano não iam ocorrer, estava tudo controlado, e que estavam a tomar medidas (por exemplo regas) para evitar as imensas nuvens de pó que também fizeram parte do cartaz do ano passado.

Sucedeu que, segundo ouvi dizer, visto da Lua parecia que tinha ocorrido uma explosão nuclear a sul de Lisboa e que a população estava toda a fugir da zona afectada. Mas não: parece que foi novamente a tal nuvem de pó constante, que inclusivamente dificultava a visão do palco e as filas de trânsito foram, de novo, caóticas e intermináveis.

Apesar disso, ouvi há pouco o genro do Sr. Presidente dizer, com a maior cara de pau do mundo, algo como "isto é um festival de pó" (isso já nós sabíamos, mas pensávamos que era de outro), "há-de ser sempre assim" e, com a sua inteligência superior, algo como "as pessoas têm que se habituar que isto não é o salão preto e prata do Casino". Para este génio, os recintos de espectáculos dividem-se entre sítios impróprios por causa do pó (mas onde cabe muita gente pouco exigente e rendem muito) e o salão preto e prata do Casino Estoril.

Esta foi a 16ª edição do Super Bock, e foi a segunda em local impróprio. Será que alguém poderá dizer a este cavalheiro em que locais se realizaram as 14 edições anteriores ao pó ? é que ele não sabe, ou então está convencido que foram no Salão Preto e Prata. Se for preciso eu recordo-lhos todos.

Em terra de cegos quem tem um olho é rei.


Estes dois senhores, pela maneira como tratam o gado, digo, o público, são, a meu ver os verdadeiros artistas, muito melhores do que aqueles que estão em cima do palco a actuar (quando o dito palco se aguenta, bem entendido)


Ps) A propósito de artistas, ontem, na capa do Expresso, o Sr. José Pedro, dos Xutos e Pontapés, exibia, ufano, a enorme cicatriz na barriga, resultante da operação que fez ao fígado. Estou certo que é a pior capa do Expresso desde que este existe ou mesmo uma das capas de jornais mais repugnantes na história do jornalismo. Todavia, analisando o tema pelo lado positivo, fico feliz por ele não ter sido operado às hemorróidas.


Ps2) O Obama é outro grande artista. Era suposto ter salvo o mundo, mas não só não salvou nada como agora até já anda a comparar os EUA com Portugal. Por mim, gostei muito: por um lado, senti-me importante por ser português; por outro, achei piada ao tipo referir um país que 98% da população americana, apesar da sua vasta cultura, desconhece que existe. Mesmo o próprio Obama, se alguém lhe pedir para apontar Portugal no planisfério ...

Friday, July 15, 2011

Porque é que será que não a mínima pachorra para "motards" e tudo o que eles representam ?

Sim, eu sei que votei neles, mas ...

Não ando muito satisfeito.
Quando a receita não chega para as despesas, só há duas hipóteses: aumentar a receita e reduzir a despesa.
Para aumentar a receita, o Estado já lançou um imposto extraordinário que vai sacar 1/2 do subsidio de Natal.
Para diminuir a despesas, os ministros começaram a viajar em económica e, soube-se hoje, no ministério da agricultura-e-do-raio-que-o-parta deixa de se usar gravata.
Desconheço quanto milhões de euros se vão poupar com estas relevantíssimas medidas.
Sei, porém, que o imposto extraordinário vai permitir um encaixe adicional de 800 milhões de euros.

Sucede, porém, que os tais 800 milhões não tapam a cova de um dente do deficit.
Não chegam para pagar os submarinos.
São inferiores às dividas de qualquer uma das transportadoras.
Não constituem mais do que uma gota de água no mar do descontrolo orçamental.

Não pagam, tenho a certeza, os pareceres e as avenças dos grandes escritórios de advogados do regime, em Lisboa, relativos ao ano de 2009 e 2010.
Portanto, o que eu gostaria era que este imposto extraordinário fosse todo destinado a esses trutas. Aliás, os tugas até podiam ir directamente à baixa, à Castilho, à Avenida da Liberdade e outros sítios que eu depois digo para entregar a sua contribuição.

Enquanto não se assistir à insolvência de um dos grandes escritórios de advocacia de Lisboa poderemos ter a certeza absoluta de que o dinheiro dos contribuintes continua a ser mal gasto.

E sim, podem ter a certeza que somos donos de grande parte do luxo asiático que se encontra nesses escritórios.

Ainda a pensar na vida.


Mas agora com banda sonora.

A pensar na vida.

Thursday, July 14, 2011

Este ano os deputados não vão ter férias

Devido à profunda crise que o país atravessa e à necessidade de aprovar medidas urgentemente, os deputados não vão ter férias. Há semanas que ouvimos dizer isto e todos achamos muito bem. Assim é que: arregaçar as mandas e trabalhar à séria, que se lixem as férias, o país está primeiro. Valentes deputados ! Assim é que é !

Não obstante, os trabalhos do Parlamento serão suspensos na segunda e terceira semanas de Agosto, estando por decidir se a Assembleia da República parará também nas restantes semanas desse mês.

Portanto, já se percebeu que os trabalhos estarão "suspensos" durante todo o mês de Agosto, mas nada de confusões: NÃO SÃO FÉRIAS.

Os gregos ao pé de nós são uns meninos.


ƱƂȜƂȜɄɀȵɎɮʥȺϠϞϢЖѼӁỨỠ₯₡

Wednesday, July 13, 2011

200.000 Obrigado a todos.


Agora vamos para a festa.


Gostava de colocar aqui a letra desta música, que me enche a alma, mas não encontro. Se alguém conseguir, agradeço.

Tuesday, July 12, 2011

34


Para 200.000.
Acho bonito para um cantinho desinteressante como o nosso.

Aguardo!

E vocês, o que transportam convosco ?


Persona Project

Monday, July 11, 2011

Ou é por causa da avença. Ou é por causa da ejaculação precoce.



"O Benfica, ao fim de dois jogos muito diferentes - o primeiro contra uma equipa incipiente e o segundo contra um competidor da I Divisão Suiça, já com 3 semanas de trabalho - vai mostrando argumentos muito interessantes no dois terços avançados e muita debilidade no terço defensivo. Ou seja, meio campo ( que ainda pode receber Witsel ) e ataque já mostram ser do nível exigido para a Champions, enquanto que a defesa - excepção feita a Miguel Vítor, que cresceu muito durante o ano que passou a trabalhar com Eriksson no Leicester - não apresenta condições para competir ao mais alto nível. "
José Manuel Delgado, A Bola.

Ficamos a saber que uma equipa promovida à 1ª Divisão Suiça é quase um Shalke. Vá, um Hapoel. Ficamos a saber que nos últimos 15 anos a única coisa de jeito que Eriksson fez foi crescer o Miguel Vítor. Ficamos também a perceber como se dividem os terços de uma equipa de bola.

Que diria o avençado se fosse espanhol, e adepto do Atlético de Madrid, que deu 19 ?

Cu Cu...


Por nenhuma razão em especial.
Só para das nas vistas.

Saturday, July 09, 2011

Qual é a dúvida ?

Diálogo entre Colbert e Mazarino durante o reinado de Luís XIV extraído da peça de teatro Le Diable Rouge, de Antoine Rault:

"* Colbert: Para encontrar dinheiro, há um momento em que enganar [o contribuinte] já não é possível. Eu gostaria, Senhor Superintendente, que me explicasse como é que é possível continuar a gastar quando já se está endividado até ao pescoço...

* Mazarino: Se se é um simples mortal, claro está, quando se está coberto de dívidas, vai-se parar à prisão. Mas o Estado... o Estado, esse, é diferente!!! Não se pode mandar o Estado para a prisão. Então, ele continua a endividar-se... Todos os Estados o fazem!

* Colbert: Ah sim? O Senhor acha isso mesmo ? Contudo, precisamos de dinheiro. E como é que havemos de o obter se já criámos todos os impostos imagináveis?

* Mazarino: Criam-se outros.

* Colbert: Mas já não podemos lançar mais impostos sobre os pobres.

* Mazarino: Sim, é impossível.

* Colbert: E então os ricos?

* Mazarino: Os ricos também não. Eles não gastariam mais. Um rico que gasta faz viver centenas de pobres.

* Colbert: Então como havemos de fazer?

* Mazarino: Colbert! Tu pensas como um queijo, como um penico de um doente! Há uma quantidade enorme de gente entre os ricos e os pobres:os que trabalham sonhando em vir a enriquecer e temendo ficarem pobres. É a esses que devemos lançar mais impostos, cada vez mais, sempre mais! Esses, quanto mais lhes tirarmos mais eles trabalharão para compensarem o que lhes
tirámos. É um reservatório inesgotável."

Friday, July 08, 2011

A crise é como o Sol, quando nasce é para todos.

A crise chega a todos, menos aos pobres que se armam em importantes e dizem que já têm miséria que chegue. Olhem que é preciso nível para recusar algo que está moda. Todavia, a verdade é que a crise já chegou à ladroagem. O sindicato dos ladrões portugueses após se debater com a forte concorrência da ideologia gatuna oriunda do leste europeu, e posteriormente da sul americana; enfrenta agora a crise no nicho dos assaltados. É verdade, sim.
O problema para os ladrões, como em muitas outras profissões, é que há demasiados com o "curso" e poucos a querem dar emprego. Vejamos in loco...

Assaltante - Ó velha passa pra cá a massa ou levas um balázio nos dentes!
Velha assaltada - Outro?
Assaltante - C'um caraças não me digas que já te assaltaram hoje??
Velha assaltada - Duas vezes...
Assaltante - É pá, fogo! Outra vez? Não tenho sorte nenhuma. Não me digas que foi o Manel Maneta e o Quim Cinco Dedos que te fanaram?!
Velha Assaltada - Foram, mas com educação. São umas jóias de moços!
Assaltante - ' Tão-me sempre a tramar a vida!
Velha Assaltada - Deixa lá filho, combinamos um assalto amanhã à porta do metro da Amadora?
Assaltante - Ya, fixe.
Velha Assaltada - E queres que grite ou bebemos um café antes?
Assaltante - Bebemos o café primeiro, e depois gritas que eu curto que gritem, faz-me sentir vigoroso!

Portanto ao contrário do que se possa pensar, este profissionais ao serviço do amigo do alheio passam dias difíceis.
Segue-se um testemunho... "É pá isto não é nada, pá! Um gajo compra as armas, tenho ali o armazém cheio de armas e munições tudo parado! Não consigo escoar o stock nem dar-lhe uso! Eu sou casado, tenho filhos pra criar! Faço o quê? Dou-lhes sopa de chumbo? E mando-os com uma fusca pra escola pra roerem no intervalo? Alguém tem de meter ordem nisto, ou então o Estado tem de orientar subsídios para que se torne mais atractivo ser-se assaltado! Eu lanço daqui um apelo, se me permite, consumam o arroz e os vegetais portugueses e na hora de serem assaltados prefiram ser assaltados por um português, o que é nacional é bom, pá! Ajudem-nos, pá!".

O logro do euromilhões

O sucesso do euromilhões assenta em dois barretes:

- A quase impossibilidade estatística ede acertar no prémio máximo (a introdução, às escondidas, de mais duas estrelas, torna praticamente impossível o acerto total - há 14 semanas que ninguém acerta). Como se lê num jornal de hoje, "estatisticamente, há mais possibilidades de cair um meteorito no meu jardim do que ganhar o euromilhões".

- Uma divisão bastante desigual das apostas, que permite anunciar muitos e muitos milhões para o primeiro prémio, em letras grandes e com muita publicidade, enquanto que o segundo e restantes recebem peanuts.

É o barrete do século. Parabéns à genialidade de quem o inventou.

Thursday, July 07, 2011

Ora toma lá e não digas que vais daqui!



Ai eles classificaram-nos como lixo? Espera lá que já as levas...

Quem anda na à chuva molha-se, vai daí um informático luso enervou-se e parece que lixou o site destes queridos da Moodys.

Para quando uma página no Facebook? Um rua com o nome dele?
O mundo fascina-me, não somente pelos seus acontecimentos e sim pelos elementos base desses acontecimentos: os seus intervenientes.

Ora, a prostituição existe, não é novidade, e creio que alguém deveria estudar o impacto das novas tarifas da EMEL no ramo da prostituição. Mais, haverá agências daquelas que catalogam os bancos destinadas à avaliação dos testes de stress nas prostitutas?

O que me interessa é o rídiculo da prostituição de luxo. Seja ela masculina ou feminina, com a expressão “prostituição de luxo” o meu imaginário é povoado por homens e mulheres bonitos, elegantes e com corpos esculturais. Na minha inocência acreditava que as pessoas pagavam para ter e usufruir daqueles corpos. Afinal não. Depois de ver várias reportagens jornalisticas, é com pesar que concluo: a maioria dos clientes só lá vai conversar. Vá... uns três ou quatro vão lá mesmo para ter sexo. Os restantes gostam de ir para casa a pensar «Categoria, realmente nunca tinha pensado que há relação entre “as sementes da verdade” de Descartes e os “à priori” de Kant! Que 5000€ tão bem empregues!».

A resposta “só cá venho conversar” é tão surreal como uma cena de sexo anal que tem por fundo a música “Ai destino” do Tony Carreira. Poupem-me.

Vão lá porque podem pagar, porque querem e porque gostam. Agora conversar? Deixem-se de merdas.

Wednesday, July 06, 2011

Descubra as diferenças


O primeiro, são que nem um pêro, invocou doença para faltar a todas as sessões no Parlamento.
A segunda, à beira da morte, continuou a ir ao mesmo Parlamento.

Na Moodys acordaram mal dispostos...


Extraordinário que nos últimos 2 anos, mais coisa menos coisa, esta raça das agências de rating tornou-se mais importante que os Estados soberanos.
Os gajos serão geridos por algum algoritmo ?

Será que está a acontecer a versão real do Exterminador ?

Quem será que vão mandar para nos salvar ?

Tuesday, July 05, 2011

Inteligência de um bróculo.


É como me sinto ao ler as noticias sobre empréstimos, bancos, agências de rating e o catano.
Expliquem-me lá porque é que o BCE não dá dinheiro à Grécia se a Fitch e a S&P puserem a classificação de default na divida Grega ? Parece que o problema, das agências de rating, é o facto de haver privados envolvidos, coisa que eles não concordam. Eu percebo que alguém tem que entrar com a massa, os tais fundos do Dubai, da Noruega, das Pensões Americanas, dos amigos do Warren Buffett, o dinheiro tem que vir de algum lado, mas como se tornaram tão poderosas estas agências de rating ? Mesmo que seja só o BCE a financiar a cena, o dinheiro continua a ter que vir de algum lado. O que é que eles sabem que os bancos e os seus cérebros não sabem ? Quem paga às agências de rating ? Onde ganham eles dinheiro ?

E calha a todos;
Com o afastamento do risco iminente este mês de uma bancarrota da Grécia, as atenções viram-se, agora, para os Estados Unidos. A agência de notação de risco Standard & Poor's (S&P), ao mais alto nível, pela boca do seu diretor John Chambers, repetiu na semana passada que o país mais poderoso do mundo poderá ir diretamente para "D" (de default) na notação de risco, se falhar o pagamento de títulos do Tesouro de curto prazo na ordem dos 30 mil milhões de dólares que vencem a 4 de agosto.

Hoje sou indiano dos quatro costados

Índia: Ministro da Saúde considera homossexualidade uma "doença"

O Ministro da Saúde da Índia qualificou a homossexualidade de "doença" e de algo "completamente artificial" durante uma conferência sobre VIH/SIDA.

Na ocasião, Ghulam Nabi Azad afirmou ser lamentável o facto de a homossexualidade ter chegado à Índia, ecoando um refrão comum num país conservador que vê os homossexuais como uma importação ocidental.

Até 2009, a prática de relações entre pessoas do mesmo sexo era ilegal na Índia, mas o Supremo Tribunal de Deli viria a sentenciar o fim da lei que estabelecia que o sexo entre duas pessoas do mesmo género era punível com uma pena até dez anos de prisão.

Adeus palhaço, volta lá para o teu negócio familiar

Monday, July 04, 2011

Friday, July 01, 2011

Versão XXX Mourinho Loves Ronaldo.

Bowie, vai ver se chove

David, fucking, Bowie 2.

David, fucking, Bowie.

Elvis, fucking, Costello.

Nunca mais começa a bola...


Loading.

O sorteio já foi.
O pior jogo para mim é receber o Benfica, é o jogo que mais me enerva. O que mais gosto é precisamente ir à Luz.
Não estou deslumbrado com as contratações deste ano, mas penso que está ser seguida uma linha coerente. Gosto do facto de se saber pouco sobre as contratações que estão a ser feitas, soube-se os primeiros e agora tem sido só surpresas. Pelo menos para mim. Consta que vem aí uma ou duas bombas. Confio no Minguinhos, curto o rapaz. Discordo das supostas dispensas do Vuk e do Valdés. De resto siga, bola na rede é o que meu povo gosta. O Passos Coelho também deve estar em pulgas para que a bola comece e o pessoal se distraia... O Salazar é que sabia.